Segurança e Proteção Civil A Terra Treme 2020 || Exercício Público de Sensibilização para o Risco SísmicoEducação Universidade do Minho “aposta forte” em FamalicãoRoteiro pela Inovação Startup de Famalicão lança coleção de sapatilhas produzidas com borra de caféFreguesias Nova Junta de Freguesia de Vermoim abre portas em 2021Atualidade Mário Passos e Joaquim Carneiro publicam proposta para mudança do paradigma energético em PortugalSegurança e Proteção Civil Polícia Municipal vai ter mais dez novos agentesAtualidade Famalicão e Fort Collins estreitam relação de cooperaçãoAmbiente Cortes no abastecimento de água nos dias 27, 28 e 29Freguesias Reabilitação da zona envolvente ao Mosteiro é “obra do século” em Oliveira Santa Maria Reabilitação Urbana Área arbórea do centro de Famalicão mais do que duplica Desporto Construção do Centro de Atletismo arranca no início de 2021 Cultura e Turismo Bienal de Pintura do Eixo Atlântico COVID-19 Cemitério Municipal encerra nos dias 31 de outubro e 1 de novembroReabilitação Urbana Famalicenses com mais de dois mil lugares de estacionamento gratuito na cidadeEconomia Concursos para ocupação dos espaços comerciais do novo Mercado Municipal decorrem até 29 de outubroEducação Mais de 4500 famalicenses viram já as suas qualificações certificadasJuventude Candidaturas às bolsas de estudo ao ensino superior decorrem entre 15 de outubro e 15 de novembroEducação Contabilidade e Gestão crescem na Lusíada de FamalicãoJuventude Rodrigo Santoro e Nuno Lopes homenageados no Ymotion 2020Câmara Famalicão e Fort Collins celebram memorando de entendimentoAmbiente Sistema de deteção de perdas de água vai permitir poupar dinheiro e o ambienteEducação Câmara vai investir um milhão de euros na Escola Básica de Avidos Cultura e Turismo A tradição e a modernidade do comércio famalicense retratadas em exposiçãoMobilidade Constrangimentos à circulação automóvel na VIM
O SEU LUGAR

Residentes / Cultura Rede de Museus

Museu da Confraria de N.ª Sr.ª do Carmo de Lemenhe

Largo de Nossa Senhora do Carmo
4775-418 Lemenhe


C: N 41° 26'53.78" 1 W 8° 31'18.94"

T: 967 323 979
E: senhoradocarmo@sapo.pt

Visitas mediante marcação

Entrada Livre


O Museu da Confraria de Nossa Senhora do Carmo de Lemenhe foi inaugurado no dia 8 de julho de 2012, por representantes da própria Confraria, do Arciprestado e Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. Instalado na antiga Casa dos Juízes, junto ao Santuário de Nossa Senhora do Carmo, este museu reúne no seu acervo mais de três séculos de história e de atividade da Confraria de Nossa Senhora do Carmo que foi instituída no ano de 1660.
O acervo, constituído por documentos, imaginária e alfaias religiosas, como paramentos litúrgicos e objetos ligados ao culto, são agora apresentados ao público, num espaço que pretende congregar a devoção à Senhora do Carmo com as práticas de uma confraria secular. No entanto, o que está exposto é apenas parte do vasto e rico acervo desta Confraria, comprovando a riqueza desta coleção, não só ao nível do valor artístico e histórico, como ao nível do potencial que tem para o estudo das confrarias e irmandades religiosas portuguesas.
Integrado nas rotas do turismo religioso, este museu revela uma faceta diferente da religiosidade das gentes da freguesia de Lemenhe e das freguesias vizinhas, residentes ou emigrados, principalmente no Brasil, país onde esta Confraria possui muitos dos seus devotos.

Missão
Promover a inclusão social através de uma coleção feita com objetos oferecidos por irmãos que, após anos emigrados no Brasil, regressaram à sua terra natal.

Objetivos
1. Dignificar a coleção do museu;
2. Disseminar a cultura da inclusão, promovendo o crescimento individual e coletivo através da confraternização da comunidade do Vale do Este;
3. Promover a consciencialização do impacto social da ação da Confraria da Nossa Senhora do Carmo de Lemenhe na história local e nacional;
4. Fomentar a dimensão turística do museu;
5. Incentivar a fruição da coleção.

Palavras inspiradoras
Auxílio – Comunidade – Inclusão – Diálogo – Diversidade
.

Exposição

O acervo museológico contém as memórias ligadas à história da Irmandade de Nossa Senhora do Carmo, fundada em 1660, possuindo ainda fortes ligações à emigração para o Brasil dos finais do século XIX e princípios do século XX. Este rico espólio é constituído por livros de actas, estatutos, correspondência, livros de inscrição de irmãos, livros de contas, uma bula papal, arte sacra, um missal do século XVII, uma imagem da Virgem Milagrosa do século XVIII e exvotos, além de um conjunto interessante de paramentos litúrgicos, como opas, casulas e toalhas de altar.