Economia Câmara vai abrir concursos para espaços da nova Praça – Mercado de FamalicãoCultura e Turismo ICOM promove Encontros de Outono na Casa de CamiloCOVID-19 Mais de 50 famílias já receberam apoio extraordinário às rendasAmbiente Câmara lança nova frente de obras de saneamentoCultura e Turismo Helena Buescu vence Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado CoelhoAtualidade Assembleia Municipal desta sexta-feira reúne por videoconferênciaCâmara Habitar Famalicão reúne apoios à habitação do concelho e do paísCultura e Turismo Ala da Frente mostra “Lusco Fusco” de Jorge MartinsDesporto Câmara renova pisos de Basquetebol e Ténis do Parque da JuventudeCultura e Turismo Francisco Ribeiro da Silva guia Visita de Autor ao Museu de Arte SacraEducação Câmara assume projeto para a requalificação da escola Pe. Benjamim SalgadoCâmara Reunião municipal de 24/09 com transmissão em diretoCultura e Turismo A Casa das Artes em OutubroCâmara Selos Visão’25 atribuídos a 34 projetos inspiradores Cultura e Turismo II Ciclo de Conferências do Museu da Industria Têxtil arranca sábadoCultura e Turismo Famalicão associa-se às Jornadas Europeias do PatrimónioEconomia Montra “Produto que é Nosso” no Bandeirinha até 30 de setembroCultura e Turismo Dias à Mesa promovem Cozinha VegetarianaCultura e Turismo A memória do Holocausto e a ajuda Humanitária dão o mote para colóquio em FamalicãoEconomia “Produto que é Nosso” mostra-se no Intermarché de FamalicãoJuventude Ymotion com Open Call até outubro
O SEU LUGAR

Visitantes / Experiências Animação Turística e Eventos

Feira Grande de S. Miguel

Data
Setembro


Local
Praça D. Maria II

A Feira Grande de S. Miguel é uma das tradições mais antigas do concelho. Instituída em 1205, aquando da atribuição do Foral de Vila Nova, pelo rei D. Sancho I, a Feira Grande está intimamente ligada às origens do concelho, nomeadamente à actividade predominante na época: a agricultura.

Neste sentido, destaque para o mercado de S. Miguel que se realiza na Praça D. Maria II e junta agricultores, artesãos e as famosas tasquinhas, oferecendo o que de mais genuíno e tradicional se cultiva no concelho.
Trajados a rigor os mercadores trazem consigo os legumes mais frescos, os ovos mais saborosos e os frangos mais tenros do seu quintal, numa verdadeira viagem ao passado, em que tudo era “caseiro” e biológico.

Lado a lado com os agricultores e artesãos está o gado bovino e equino. Um arraial minhoto, uma desfolhada tradicional, um concurso de atrelagem e uma garraiada são apenas algumas das iniciativas previstas para o primeiro dia da iniciativa.