O SEU LUGAR

Visitantes / O que visitar? Parques e Jardins

Parques e Jardins


BOAS PRÁTICAS
a adotar nos espaços verdes


- Respeitar os animais e preservar a flora
- Não perturbar ou colocar em perigo os outros utentes
- Contribuir para a limpeza
- Cuidar dos equipamentos e dos restantes bens materiais.

Vila Nova de Famalicão é hoje uma cidade verde. Ao longo da sua história, o seu crescimento urbano foi sendo acompanhado pela criação de novos espaços públicos, desde as tradicionais praças urbanas onde se realizam as festas da cidade, aos jardins e parques onde o contacto com a natureza
é privilegiado.

Neste Roteiro propomos que nos acompanhe num passeio por estes espaços que fazem parte da nossa identidade, visitando cada lugar, compreendendo a razão da sua existência e as intenções dos homens que os idealizaram e construíram. Ao mesmo tempo, poderá observar as flores, os arbustos, as árvores e o património edificado e artístico, que conta a história de alguém ou de um acontecimento que marcou Vila Nova de Famalicão, que vale sempre a pena lembrar. A memória coletiva é uma ponte dinâmica entre o passado e o futuro de uma comunidade, que devemos
preservar e transmitir às novas gerações.

Para cada jardim ou parque é dado a conhecer o seu desenho e apresentada informação sobre a localização dos principais equipamentos, serviços aí disponíveis, arte pública e plantas notáveis, remetendo o visitante para as respetivas páginas seguintes, onde poderá encontrar mais informação
detalhada sobre a vegetação e a arte pública.

Mais à frente, por ordem cronológica, poderá aprofundar o conhecimento sobre o significado de todo o património artístico existente no espaço público da cidade, assim como sobre as circunstâncias que motivaram a sua construção. Também são descritos os melhores e mais interessantes exemplares de árvores, arbustos ou outras espécies vegetais dos nossos parques, revelando a sua origem e descrevendo as suas características. Este roteiro oferece uma oportunidade para conhecer e compreender melhor a nossa cultura e a nossa história, ao mesmo tempo que constitui um excelente guia que a todos convida a usufruir de tudo o que estes parques e jardins têm para nos oferecer, disfrutando em pleno das suas funções lúdicas,
recreativas e desportivas.

Para terminar, não nos poderemos esquecer que os espaços verdes urbanos têm importantes funções ecológicas e de promoção da biodiversidade, garantindo uma drenagem sustentável da água, melhorando a qualidade do ar da nossa cidade, acolhendo a nossa fauna. Sendo espaços de todos para todos, devemos cuidar deles seguindo as boas práticas apresentadas no final desta publicação.