Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Cultura e Turismo
Museu Bernardino Machado inicia novo ciclo de conferências
    18-01-2018
    As relações entre Portugal e os Estados Unidos da América entre o século XVIII e o século XX dão o mote para mais um ciclo de conferências promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através do Museu Bernardino Machado, ao longo de 2018. A primeira conferência que acontece já no próximo dia 26 de janeiro irá debater a temática “Portugal e a Revolução Americana no tempo das luzes”, com a presença do investigador do Centro de Investigação Transdisciplinar, Jorge Manuel Ribeiro. O debate realiza-se pelas 21h30, no Museu Bernardino Machado. Ao todo serão promovidas nove conferências com a participação de especialistas e investigadores com obra publicada sobre o tema das relações internacionais.

    Para o coordenador científico do Museu Bernardino Machado, o tema escolhido é de grande pertinência. “Num tempo de globalização é natural que a atenção dos cidadãos se volte para os protagonistas internacionais, na procura de sinais do futuro pois o “efeito dominó” de importantes decisões das principais potências mundiais é hoje não apenas uma estratégia política mas uma inevitável realidade”. “Desde a queda do bloco soviético, que o neo-liberalismo tende a globalizar-se não apenas do ponto de vista económico, mas também no plano político, religioso e cultural, entre outros e, tem cabido aos EUA o protagonismo nesta mudança paradigmática”, salienta o responsável acrescentando que “neste âmbito é importante revisitar as relações multisseculares – e quase sempre amigáveis – que tivemos com este país desde o século XVIII até ao século XX”.

    Também o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, considera o tema “muito interessante e de grande atualidade”. “Ao debatermos as relações de Portugal com os Estados Unidos ao longo dos tempos ficaremos com um maior conhecimento e com uma consciência mais profunda daquilo que nos une e daquilo que nos separa, assim como daquilo que podemos esperar no futuro”.

    Depois da realização da primeira conferência no final da próxima semana, segue-se a 23 de fevereiro a conferência “O Abade Correia da Serra e os Estados Unidos da América”, com a investigadora Ana Simões. A 23 de março, debate-se “Os Estados Unidos da América nas “Memórias” do Conde de Lavradio”, com o conferencista Júlio Joaquim da Silva e a 20 de abril o tema é “Edgar Allan Poe na literatura portuguesa da 2.ª metade do século XIX”, com Margarida Isabel de Oliveira Vale de Gato a dirigir o debate. No dia 25 de maio, o Museu Bernardino Machado aborda o tema “Americanismo e Anti-Americanismo na Cultura Portuguesa (séculos XIX-XX) com o historiador Ernesto Castro Leal. “A Influência de J. Dewey na obra pedagógica de António Sérgio” é o tema da conferência que se realiza a 15 de junho, com a presença do investigador João Príncipe. Depois de um breve período de férias, as conferências regressam em setembro, com o tema “Tennessee Williams e a Censura em Portugal, com Eugénia Vasques. Em outubro debate-se “O cinema norte-americano sob o olhar do Estado Novo”, com o historiador João Lopes e as conferências encerram a 9 de novembro com o tema “A minha América… (leituras e vivências) com João Medina.

    O Museu Bernardino Machado que completou em 2016, 15 anos está instalado no Palacete Barão da Trovisqueira, um majestoso edifício do século XIX, localizado bem no centro da cidade de Vila Nova de Famalicão. Para além da divulgação e valorização da figura de Bernardino Machado, um famalicense por adopção que foi Presidente de Portugal, por duas vezes, durante a I República, o Museu tem vindo a destacar-se na organização de diversos eventos e na produção de documentos que têm sido essenciais para investigadores e historiadores.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
899 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2018 | handmade by brainhouse