Atualidade Cabaz “Produto que é Nosso” para um Natal com sabores famalicensesFreguesias Construção da Casa Mortuária de Esmeriz arranca em janeiroCâmara Famalicão vai manter abertos os serviços municipais essenciais nos dias 30 de novembro e 7 de dezembroEducação Famalicão assinala Dia Internacional da Cidade EducadoraCultura e Turismo Massas em estilo contemporâneo são a nova atração dos Dias à Mesa Economia Famalicão lança campanha de Natal para apoiar comércio e restauraçãoAção Social Candidaturas para apoio à renda decorrem até 15 de janeiroCOVID-19 Serviço de entrega de refeições ao domicílio prolongado nos próximos fins de semana e feriadosFamília Famalicão é “Familiarmente Responsável”Atualidade A magia do Natal chega hoje a FamalicãoFreguesias Largo do Senhor dos Aflitos, em Cruz, vai ser requalificadoCOVID-19 Câmara instala Centro de Retaguarda em São CosmeCOVID-19 Famalicão já distribuiu mais de 300 mil equipamentos de proteção individual a profissionais de primeira linhaAmbiente Intervenção na Praça Madalena FonsecaAmbiente Interrupções no abastecimento de água em Antas e CalendárioCOVID-19 Câmara disponibiliza serviço de estafetas para apoiar restaurantes do concelhoReabilitação Urbana Famalicenses com mais de dois mil lugares de estacionamento gratuito na cidadeCultura e Turismo A tradição e a modernidade do comércio famalicense retratadas em exposiçãoCultura e Turismo Ala da Frente mostra “Lusco Fusco” de Jorge Martins
O SEU LUGAR

Residentes / Cultura Rede de Museus

Museu de Cerâmica Artística

Fundação Castro Alves
Rua Comendador Castro Alves - N. 391
4765-053 Bairro - V.N. Famalicão

T: 252 931 053
E: fundacao@fundacaocastroalves.org

Horário
Terça - Sexta: 10h - 12h
14h - 17h
Sábado (com marcação):
15h - 18h

Encerra ao fim de semana e feriados

Entrada Livre

Fundação Castro Alves, instituída pelo Comendador Manuel Castro Alves, tem a sua génese no antigo Centro de Arte e Cultura Popular de São Pedro de Bairro. As suas atividades encontram-se centradas em três valências: Escola de Música (1971), Escola/Oficina de Cerâmica Artística (1979) e Museu de Cerâmica Artística, que foi inaugurado em 1987.
O edifício do Museu e o seu projeto museológico são da autoria do Arquiteto Fernando Lanhas. Um projeto inovador para a época, mas ainda hoje considerado um espaço museológico de referência pelo seu forte cariz pedagógico.
O Museu está intimamente ligado ao funcionamento da Escola/Oficina de Cerâmica Artística, sendo o seu acervo constituído por milhares de exemplares de peças executadas por jovens que tiveram como grandes impulsionadores e professores os pintores Júlio Resende e Francisco Laranjo, o oleiro Fernando Sousa e o arquiteto Fernando Lanhas.
Mais do que um simples museu, este é um lugar onde a cultura popular está presente em todas as peças exibidas.


Missão
Promover e divulgar a cerâmica artística representativa da identidade da Escola de Cerâmica, enquanto espaço de inspiração e criatividade humana, aberto à partilha e à promoção do conhecimento para a valorização artística.

Objetivos
1. Aprofundar e disseminar o conhecimento, processos e técnicas de cerâmica artística, representativa da Escola de Cerâmica;
2. Implementar e avaliar, de forma contínua e adequada, políticas e procedimentos de gestão das coleções;
3. Despertar e alicerçar no público o gosto pela arte cerâmica, promovendo conexões com a sua coleção, através de estratégias interpretativas, e contribuindo para uma economia criativa cultural;
4. Valorizar o Museu de Cerâmica Artística enquanto rosto da comunidade local de artistas;
5. Proporcionar aos visitantes acesso ao museu e às suas coleções, através de estratégias digitais.

Palavras inspiradoras
Inclusão – Expressão – Inspiração – Criatividade – Valorização

Exposição Permanente

Vasos, jarros, travessas e pratos, serviços de chá, café, presépios, figuras populares, pequenos conjuntos escultóricos.
Saiba mais sobre o Museu de Cerâmica
Visite o website