Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Ação Social
Rede Social avança em Famalicão
    13-04-2002
    A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão promoveu, nas instalações locais do Instituto de Emprego e Formação Profissional, a primeira de onze sessões de trabalho com cada Comissão Social Inter-Freguesias do concelho, decorrente do Plano de Actividades para 2002 do Conselho Local de Acção Social. Este primeiro encontro, que decorreu nos dias 11 e 12 de Abril, reuniu autarcas, dirigentes, técnicos e voluntários do Agrupamento de Escolas Terras de Camilo, do Agrupamento de Escolas Terras do Ave, do Centro Infantil de Delães, do Centro Social e Cultural S. Pedro de Bairro, do Centro Social e Paroquial de Ruivães, do Centro de Saúde de Delães, da Conferência Vicentina de Delães, da Fundação Castro Alves e as Juntas de Freguesia de Bairro, Bente, Carreira, Delães, Novais e Ruivães, num total de cerca de 18 pessoas.
    O trabalho foi dinamizado por Ulrich Schiefer e enquadra-se no Projecto de Implementação da Rede Social no concelho de Vila Nova de Famalicão, nos termos da candidatura apresentada à Medida de Dinamização e Consolidação das Parcerias do Programa Operacional Emprego, Formação e Desenvolvimento Social, do III Quadro Comunitário de Apoio (III QCA).
    Refira-se que Ulrich Schiefer é professor no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, em Lisboa e doutorado na Universidade de Munster, Alemanha. Actualmente lecciona “Sociologia e Planeamento Económico e Social em África: Análise e Gestão” e “Planeamento e Avaliação em Processos de Desenvolvimento”.
    Recorde-se que esta primeira sessão de trabalho surge na sequência do último plenário do Conselho Local de Acção Social, que aprovou um Plano de Actividades para 2002 onde se enunciava o propósito de instalação da estrutura da rede para o desenvolvimento social, por meio de 11 Comissões Sociais Inter-Freguesias, integradoras das 49 freguesias do município.
    Na altura, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, que preside ao Conselho Local de Acção Social, teve a oportunidade de sublinhar a importância desta iniciativa por aquilo que representa de maior participação e descentralização. Dada esta importância, “a Câmara de Famalicão empenhou-se directamente para que o conjunto das iniciativas arrancassem desde já, sem aguardar pelos resultados da candidatura entretanto apresentada”, referiu o autarca famalicense.
    O processo agora iniciado, será feito através da concretização de sessões de trabalho conjuntas, onde os diversos intervenientes deverão interagir no sentido de, a partir de um levantamento dos problemas de ordem social diagnóstico, produzir um sentido comum, um corpo de objectivos e resultados práticos a prosseguir no seio deste grupo inter-organizacional, até finais de 2003. No total espera-se a participação de cerca de 169 organizações das 49 freguesias.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
1532 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse