Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Empreendedorismo e Inovação
Oldtrading aposta em marca própria para maternidade
    12-03-2019
    O nicho de mercado da maternidade é a nova aposta da Oldtrading. A empresa famalicense tem como objetivo concretizar ainda em 2019 o lançamento de uma marca própria para o segmento pré-mamã e pós-mamã, investindo na apresentação de uma linha de vestuário seamless em que é especialista.
    “Vamos realizar uma operação de marketing bem estruturada. Produzindo para o casual, o sportswear e a modelação, ao criar uma marca para essas áreas, podíamos colidir com os nossos clientes, que já contam connosco. Trabalhando com a maternidade, o pré-mamã e o pós-mamã, reservamos para nós o desenvolvimento dessa área de negócio com a nossa marca”, avança o CEO, Rui Gordalina.
    A Oldtrading foi criada em 2008 a pensar no underwear, mas o sportswear é atualmente a grande aposta da empresa sediada em Vila Nova de Famalicão. Só em 2018, o sportswear cresceu 10%, representando agora cerca de 25% do que se produz na Oldtrading. “Em 2019, acreditamos que vamos conseguir crescer mais 20%”, adianta.
    No âmbito de um projeto de inovação produtiva em que está envolvida, a Oldtrading adquiriu três novos teares “com características de última geração, preparados para trabalhar com elastano e fios especiais”, adianta. Foi um investimento que rondou os 300 mil euros, comparticipados pelo Portugal 2020.
    Com 50 trabalhadores, dos quais seis se dedicam exclusivamente ao I&D, a Oldtrading exporta 95% do que produz, essencialmente para os países nórdicos e para a Europa Central, com exceção da Alemanha, mercado que a empresa quer conquistar.
    Uma das armas para potenciar a exportação é a aposta na sustentabilidade. A pensar nisso, desenvolveu recentemente duas fibras sintéticas inovadoras: uma reciclável e outra biodegradável.
    Em 2019 o objetivo é crescer em volume de negócios. “Queremos continuar o caminho de incorporação de clientes com produtos técnicos. Em 2018 atingimos os 800 mil euros em produtos técnicos e acreditamos que este ano iremos atingir um milhão de euros só em produtos técnicos”, conclui Gordalina.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
271 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse