Pesquisar
 
 
 
 
Caminhada Concelhia
Alterar tamanho do texto

As Caminhadas Concelhias são uma atividade organizada pela Câmara Municipal em parceria com as associações Calcantes, Grucamo e Corpo Nacional de Escutas, esta iniciativa tem como objetivo dar a conhecer os vários pontos de cada freguesia do nosso concelho descobrindo o nosso património cultural, a fauna e flora.
Estas caminhadas realizam-se duas vezes por ano, são percursos circulares com média de 15km cada . É uma atividade dirigida à população em geral e gratuita.



PR7 Caminhada concelhia:

 


Gabinete do Desporto

Rua Direita
4760-134 Vila Nova de Famalicão
Tel.: 252 320954 | Fax: 252 377110
E-mail: desporto@vilanovadefamalicao.org


Caminha Concelhia PR7
Dia 13 Abril de 2019
Joane » Pousada de Saramagos » Vermoim
Saida: 14h30 - Parque da Ribeira, Joane

PR7 Caminhada concelhia: Joane -Joane
O PR7 da caminhada concelhia percorre cerca de 14km, com dificuldade média, atingindo o ponto mais alto no planalto, junto às mamoas e ao Castelo de Vermoim (337m), e o ponto mais baixo (112m) em Pousada de Saramagos, junto ao Rio Pele. Passa pelas freguesias de Joane, Pousada de Saramagos e Vermoim.
Trata-se de um percurso circular com o Parque da Ribeira, Joane, como ponto de partida e chegada, que cruza um dos montes mais simbólicos do concelho de Vila Nova de Famalicão e que guarda os vestígios mais antigos do território famalicense. Cerca de metade do trajeto faz-se por caminhos de terra batida, em subida, planalto e descida; o restante faz-se no vale, em piso de alcatrão, com alguns troços de paralelo.
Com início no parque da Ribeira, Joane, o percurso prossegue, para norte, tomando a rua de S. Bento à direita, depois o largo de S. Bento e a rua das Fontes, com o seu rico património molinológico, para depois, deambulando por entre vinhas de enforcado, campos verdejantes e antigas casas agrícolas subir, paulatinamente até à capela de Nossa Senhora da Carreira. Neste ponto, dá-se início à única subida íngreme do percurso que conduz ao alto das Eiras. Aí pode visitar o monumento para banhos do Castro das Eiras, edifício comunitário pertencente à maior cidade proto-histórica do concelho. Com o início da subida, dá-se uma mudança na paisagem, o granito, em forma de grandes monólitos, posiciona-se estrategicamente por entre o eucaliptal que nos invade o campo visual e os pulmões, pontualmente surgem alguns tufos de carvalhos e sobreiros; na vegetação rasteira predominam os fetos, giestas e codessos. Já no cimo do monte, nos sete caminhos, segue-se em frente (Oeste), pelo planalto, em direção ao Mar de Água e às suas Mamoas.
No lugar dos 5 caminhos, toma-se o caminho posicionado a Sul até ao entroncamento, percorrendo-se então, pela esquerda, o trilho que nos conduz ao Monte do Castelo. Do povoado proto-histórico e do Castelo que foi palco de invasões normandas, no séc. XI, já pouco se vislumbra. Mas, a sua envolvência e a paisagem que se descobre, sobre o vale, é imperdível! Conquistado o Castelo, inicia-se uma descida, algo penosa, que nos conduz, mata fora e alguns lajeados, até ao lugar do Casal. Segue-se pela rua do Casal, onde a fertilidade ancestral que cobre o vale se encontra bem patente na quantidade de casas agrícolas e senhoriais que se transpõem, até ao Palácio da Igreja Velha virando-se à direita, junto à rua de Vinhó, para uma vereda que conduz ao lugar da Breia, com o seu imponente solar. O percurso segue com a travessia da Estrada Nacional 206, para pegar, à esquerda, a rua da Breia de Baixo e a de Além, entre as cepas imaculadamente alinhadas que preenchem o Vale. Vira-se depois à esquerda, para a rua de Agra Maior que se segue, até à rua Cidade de Famalicão que nos guia até à Igreja de Vermoim. Prosseguindo, à direita, pela avenida de Santa Maria de Vermoim, atinge-se a avenida de Vila Mende depois, a da Cruz até ao lugar do Outeiro, com o seu velho moinho. Segue-se pela rua dos moinhos, que contorna as traseiras da Riopele e acompanha o rio, até ao cruzamento com a rua do relógio, que se apanha para a esquerda. Nas Charrueiras cruza-se a Estrada Nacional 206, para Norte e, subindo atinge-se a rua do Areeiro, que se cruza para atingir um trilho que transpõe campos e um ribeiro e conduz diretamente à rua de Santo Amaro, à capela de S. Bento e rua de S. Bento que nos devolve ao ponto de partida, o Parque da Ribeira.

Inscrições encerradas.
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse