Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Segurança e Proteção Civil
Famalicão incansável na proteção da floresta
    03-07-2018
    Oitenta e cinco hectares de limpeza associada às áreas industriais do concelho e à rede viária municipal, vinte quilómetros de caminhos florestais intervencionados e trinta e sete ações de sensibilização sobre prevenção de incêndios florestais, são alguns dos números do trabalho de prevenção até agora efetuado pela equipa operacional da Proteção Civil da autarquia de Vila Nova de Famalicão, no âmbito do programa municipal de defesa e vigilância da floresta.

    Os dados foram avançados no final da semana passada pelo vereador da Proteção Civil da autarquia famalicense, Ricardo Mendes, no decorrer da apresentação à imprensa deste dispositivo municipal, que se encontra reforçado desde o dia 1 de março depois da decisão da autarquia de alargar o período de prevenção contra incêndios e de aumentar para 15 o número de operacionais afetos ao programa, de forma a intensificar o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo de todo o ano na limpeza e reparação de caminhos florestais.

    Refira-se que para além do trabalho de prevenção, desde domingo, 1 de julho, primeiro dia do período crítico de incêndios, que este conjunto de efetivos passa também a fazer trabalho de vigilância móvel e fixa para prevenir e detetar eventuais focos de ignição.

    Também a este nível há novidades. A vigilância a partir da torre de Santa Catarina, em Calendário, vai passar a ser feita, a partir deste verão e a título experimental, com recurso a meios eletrónicos, o que, segundo explicou o autarca local, “permitirá uma maior precisão do local de ignição e um período mais alargado de vigilância”.

    Recorde-se ainda que à semelhança dos anos anteriores, a autarquia famalicense socorreu-se de 8 desempregados para reforçar o trabalho da proteção civil a este nível, tendo apresentando uma candidatura para o efeito à Medida Contrato Emprego Inserção do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP). A equipa operacional de proteção civil é atualmente composta por sete operacionais permanentes, a que se juntam ainda os cinco elementos da Equipa de Sapadores Florestais, resultado de uma parceria entre o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, a Associação de Silvicultores do Vale do Ave e a Câmara Municipal de Famalicão.

28/06/2018 Famalicão incansável na proteção da floresta
Imagens: FAMA TV
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
1462 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2018 | handmade by brainhouse