Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Educação
Famalicão avança com ensino articulado da dança
    26-09-2018
    A Escola Básica Dr. Nuno Simões, em Calendário, vai ser o “quartel-general” do ensino articulado da dança no concelho de Vila Nova de Famalicão. O projeto que pretende ser uma referência da oferta educativa famalicense deverá arrancar no próximo mês de novembro, com a constituição de uma turma do 5.º ano, com cerca de 15 alunos.

    O ensino especializado da dança tornou-se possível mediante a criação de uma extensão em Famalicão do CDN - Conservatório de Dança do Norte, na sequência de um protocolo estabelecido entre esta entidade e a An-Dança, Conservatório de Dança de Vila Nova de Famalicão, com o apoio do Município e foi apresentado, esta terça-feira, em conferência de imprensa, na Escola Dr. Nuno Simões.

    Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, o ensino artístico especializado em dança pretende dar resposta aos alunos do ensino público do concelho que procuram formação nesta área, articulando-a com o ensino regular. “Este projeto vai corresponder a uma ambição da comunidade famalicense, pois são cada vez mais aqueles que se formam na dança e que gostariam que fizesse parte do projeto educativo”, afirma acrescentando que se trata de “trazer para a educação formal aquilo que é a sua escolha formativa. É a junção dos dois mundos”.

    Neste âmbito, Paulo Cunha destacou que “o projeto educativo deve criar condições para ir de encontro às múltiplas sensibilidades”, referindo que “os alunos não são e não têm que ser todos iguais” e que “educar para a diferença passa por respeitar a diferença”.

    Entretanto, a autarquia vai avançar com obras de adaptação no ginásio da escola prevendo-se a criação de salas adaptadas para o ensino da dança.

    Com a criação desta nova resposta educativa, o município pretende também criar “um fator de discriminação positiva” e “uma maior dignificação para a escola Dr. Nuno Simões”, como vincou a diretora do Agrupamento, Maria Helena Pereira.

    Para a responsável, “o ensino da dança é mais um contributo para a formação integral dos alunos” que vem “enriquecer o projeto educativo, oferecendo aos alunos outras formas de aprendizagem, outras formas de saber e a possibilidade de garantir que os jovens com uma determinada vocação possam seguir os seus sonhos”.

    Em representação da An-Dança, Marta Soares sublinhou que o ensino articulado da dança concretiza um dos objetivos da escola. “A dança exige muito do tempo dos nossos alunos e a concertação com o horário da escola vai libertá-los um bocadinho desta carga letiva, permitindo que estes horários sejam mais naturais para o horário de uma criança o que pode ser benéfico ao nível do rendimento escolar”.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
3324 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2018 | handmade by brainhouse