Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Educação
Famalicão apresentou o que de melhor faz pela literacia a especialistas europeus
    21-11-2018
    O Município de Vila Nova de Famalicão apresentou, no início deste mês, num simpósio internacional as suas boas práticas no âmbito da promoção da literacia, concretamente com a divulgação dos resultados do Programa Litteratus, que integra os Programas Educativos Municipais.

    Pioneiro na implementação deste programa orientado para o pré-escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico, Vila Nova de Famalicão mostrou no “Promotion of literacy in Portugal: Investigation and Intervention”, organizado pela Faculdade Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, as suas práticas e os resultados da promoção da literacia. O objetivo do colóquio realizado foi juntar prática, ciência e tecnologia dedicada à literacia, três etapas que já estão em prática há bastante tempo em Vila Nova de Famalicão.

    Assim, investigadores, psicólogos, professores, terapeutas, programadores e outros profissionais da área da literacia de vários países da Europa ouviram que, desde o ano letivo de 2011/2012, o Município de Vila Nova de Famalicão tem vindo a implementar o projeto Litteratus desde o Pré-escolar ao 3.º e 4.º ano de todas as escolas do Município.

    A técnica superior Adelaide Dias, coordenadora do GADI – Gabinete de Avaliação, Diagnóstico e Intervenção, na sua comunicação, neste simpósio, explicou que este trabalho visou igualmente a promoção da respetiva formação de todos os professores envolvidos.

    Além de equipar todas as escolas da rede municipal com livros do projeto, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão tem investido anualmente desde 2011 na formação de professores, tendo contribuído para a formação de aproximadamente 350 professores até este ano letivo.

    Depois de realizada a respetiva avaliação, ao nível da implementação do “Falar, Ler e escrever” (a versão do Litteratus para o pré-escolar) os educadores consideram que a aplicação deste programa em contexto de Jardim de infância é fundamental, pois permite uma maior intencionalização e sistematização de estratégias promotoras das competências pré-leitoras. Entre outros aspetos, verifica-se o aumento do vocabulário, mudanças no desenvolvimento das crianças. O manual, com imagens e histórias muito atraentes, estimula o gosto pela leitura nas crianças.

    Também ao nível do 1º ciclo, nomeadamente no 4º ano de escolaridade, em Vila Nova de Famalicão os resultados têm vindo a demonstrar que existem diferenças estatisticamente significativas entre o momento antes e após a intervenção com o programa, com os alunos a obter melhores resultados no pós-teste tanto para compreensão de leitura como no reconhecimento de palavras. Também se verificam melhorias significativas nos resultados dos alunos que fazem parte do grupo experimental (professores que aplicam o Litteratus) nos vários domínios de avaliação do Português.

    Segundo o Vereador da Educação, Leonel Rocha, “este trabalho de monitorização e avaliação contínua permite reorientar o programa Litteratus para uma lógica de intervenção mais precoce com o objetivo de prevenir dificuldades na leitura e escrita no 1º Ciclo”. O autarca explica que, pelo acompanhamento e apoio constante das técnicas do GADI a este programa, com enfoque no “Falar, Ler e escrever” neste ano letivo, “é de esperar que mais tarde eventuais dificuldades na leitura e na escrita sejam muito menores”.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
124 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2018 | handmade by brainhouse