Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Cultura e Turismo
Encontros de Outono debatem os partidos e movimentos políticos em Portugal
    27-10-2017
    São dois dias de debates, com a participação de alguns dos mais prestigiados historiadores e investigadores nacionais. Assim são os Encontros de Outono, promovidos anualmente pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através do Museu Bernardino Machado, uma iniciativa com mais de 20 anos que já conquistou um lugar de destaque na atualidade nacional como espaço de conhecimento e debate sobre temas históricos, culturais, sociais e políticos de interesse global.

    Este ano, o tema é “Partidos e Movimentos Políticos 1910-1974”. Os encontros realizam-se nos dias 24 e 25 de novembro e revestem-se de uma simbologia muito especial, deixam a Casa das Artes e instalam-se no auditório da Assembleia Municipal, nos Paços do Concelho, o palco ideal para a discussão do tema em torno dos partidos.

    Ao todo, são doze debates que abordam o surgimento e a proliferação dos partidos políticos em Portugal, no período entre 1910 e 1974. A iniciativa arranca no dia 24, sexta-feira, e decorre até sábado às 12h00. Entre os convidados destaque para a participação de Ernesto Castro Leal e José Manuel Tengarrinha da Universidade de Lisboa, Luis Farinha e Fernando Rosas da Universidade Nova e Luis Reis Torgal, da Universidade de Coimbra, entre muitos outros investigadores nacionais.

    A temática insere-se na programação anual do Museu que tem vindo a promover desde o início de 2017 um ciclo de conferências e várias exposições documentais dedicadas à problemática dos partidos e movimentos políticos.

    De acordo com o coordenador científico de Museu, Norberto Cunha, a escolha do tema respeita duas grandes razões, sendo que a primeira tem a ver com o patrono do Museu. “Bernardino Machado demonstrou sempre ao longo da sua vida uma grande preocupação com os partidos políticos, desde logo, pela sua génese, pela sua dimensão e pela sua convergência, daí que esta seja a razão maior pela escolha do tema”, explicou. A segunda razão tem a ver com a atualidade do tema e a forma como os cidadãos lidam hoje em dia com os partidos políticos. “Há atualmente uma pressão e exigência enormes dos cidadãos para com os partidos políticos, o que até é saudável do ponto de vista da democracia, mas há também falta de conhecimento e de informação sobre a forma como os partidos surgiram e como se desenvolveram”. Daí que, para Norberto Cunha, com estas iniciativas e através dos oradores convidados – “todos especialistas nos temas abordados” – o Museu “dá um enorme contributo para o conhecimento da história e para compreensão da atualidade”.

    Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, “ao fim de mais de duas décadas de realização contínua, o sucesso dos Encontros de Outono mede-se pelo prestígio dos seus conferencistas, pelo número de participantes que atrai, mas principalmente pelo contributo que dá para o desenvolvimento de uma política cultural dinâmica e multifacetada”.

    A participação nos Encontros de Outono é gratuita, mas as inscrições devem ser efetuadas até 21 de novembro. A programação completa está disponível aqui
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
505 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2017 | handmade by brainhouse