Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Cultura e Turismo
Continental expõe história portuguesa em Famalicão
    04-11-2016
    A história de longevidade e sucesso da Continental em Vila Nova de Famalicão está a ser partilhada com todos. Desde o passado dia 7 de novembro e até ao final de janeiro está patente ao público, com entrada livre, na Casa do Território, no Parque da Devesa, a exposição “Percurso da Continental por Terras Famalicenses”.

    “Uma indústria não é apenas uma fábrica que produz” é o mote para esta mostra que pretende dar a conhecer o percurso do grupo alemão em Vila Nova de Famalicão onde desde 1990 tem instaladas aquelas duas poderosas unidades produtivas e já investiu cerca de 600 milhões de euros.

    Como é sabido, a Continental Mabor é o quinto maior exportador português e a melhor das vinte fábricas de pneus do grupo. Já a C-ITA é uma das principais empresas têxteis do país, produzindo os tecidos em tela para os pneus da Continental Mabor. Ambas absorvem um total de dois mil trabalhadores.

    A exposição guia os visitantes pela evolução do Grupo Continental, nomeadamente pelos acontecimentos que trilharam o seu desenvolvimento e as relações económicas e sociais estabelecidas no território famalicense e no mundo, durante mais de duas décadas. Contém painéis informativos, documentos históricos, registos fotográficos, prémios e distinções atribuídos, objetos marcantes e vários componentes das fases dos processos produtivos da Continental Mabor e da C-ITA.

    Paralelamente foi desenhado um programa de atividades que inclui visitas às duas unidades produtivas e uma oficina lúdico-pedagógica para crianças e jovens.

    “Percurso da Continental por Terras Famalicenses” é uma exposição desenvolvida pela Continental Mabor, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

    Expoentes da qualidade

    A Continental Mabor arrasta o concelho de Vila Nova de Famalicão para o pódio nacional das exportações. A empresa permanece com uma produtividade imbatível e com novos investimentos na agenda. O mais recente, no valor de 50 milhões de euros, é uma nova unidade de produção de pneus radiais agrícolas que irá gerar mais de uma centena de empregos e cujo arranque da produção está previsto para 2017.

    A C-ITA é considerada o braço têxtil da Continental. Produz cerca de 16 mil toneladas de tecido por ano, mais de metade para exportação, sobretudo para as empresas do grupo na Europa.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
821 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2017 | handmade by brainhouse