Pesquisar
 
 
 
 
Cinema
Alterar tamanho do texto
Sábado 19 e Terça 22
Close-up: Episódio 3.1
Casa das Artes - Pequeno Auditório
Observatório de Cinema de Vila Nova de Famalicão

De 13 a 20 de Outubro, em vários espaços da Casa das Artes, projectou-se o terceiro episódio do CLOSE-UP – Observatório de Cinema de Famalicão, com 40 sessões comentadas, sob o mote do Lugar, cruzando cinema contemporâneo com trilhos pela história do Cinema (ver www.closeup.pt).Nos dias 19 e 22 de Janeiro, apresentamos a primeira réplica deste episódio, com quatro sessões, com propostas para as escolas e para o público geral: (1) para o público geral, continuamos a percorrer lugares, no cruzamento da curta A VER O MAR com a longa COLUMBUS, documentário e ficção, pessoas e personagens em diálogo com paisagens marítimas e cenário urbano; voltamos à secção Infância e Juventude, com uma das bandeiras da nova vaga japonesa, a segunda longa de Nagisa Oshima, CONTOS CRUÉIS DA JUVENTUDE, a dar corpo ao desencanto da juventude japonesa no pós-guerra. (2) para o público escolar, a mitologia celta da Irlanda na animação A CANÇÃO DO MAR para alunos dos 1.º e 2.º ciclos; o humanismo do finlandês Aki Kaurismäki, com a crise dos refugiados na ordem do dia, em O OUTRO LADO DA ESPERANÇA, para alunos do 3.º ciclo e do secundário.

SÁBADO 19
15h00 - Pequeno Auditório
COLUMBUS de Kogonada + A VER O MAR de Ana Oliveira, André Puertas e Sara Santos
(secção O Lugar), com a presença dos realizadores de A Ver o Mar
Columbus Jin (John Cho), um coreano que já antes vivera nos EUA, encontra-se na cidade de Columbus (Indiana, EUA) para acompanhar o pai - um importante arquitecto -, que se encontra gravemente doente. No hospital conhece Casey (Haley Lu Richardson), uma jovem local que, para cuidar da mãe, decidiu não perseguir os seus sonhos. Descobrindo vários pontos em comum, os dois deambulam pela cidade, explorando a beleza arquitectónica de cada lugar. E, ao mesmo tempo que olham atentamente para as coisas ao seu redor, descobrem-se um ao outro e a si mesmos…Estreado no Festival de Cinema de Sundance (EUA), um filme dramático que marca a estreia na realização do norte-americano de origem sul-coreana Kogonada.
Título original Columbus (EUA, 2017, 100 min.) Realização Kogonada Interpretação John Cho, Haley Lu Richardson, Parker Posey Classificação M/12

A Ver o Mar O título deste documentário joga com o nome da localidade onde decorre a ação, A Ver-o-Mar, e a prática que é retratada: pessoas que passam longos períodos de tempo dentro de um automóvel a observar o mar e as pessoas que passeiam naquela marginal. Este é afinal um hábito partilhado entre diferentes gerações, entre diferentes casais, que aproveitam aqueles momentos para consolidar a sua intimidade, em gestos que se repetem e que o filme revela como naturais. O filme intromete-se nas conversas e cria uma relação de cumplicidade com as pessoas que filma, que vão ampliando as histórias que inventam para passar o tempo. Prémio Blit para Melhor Realização no Festival Curtas de Vila do Conde.
Título original A Ver o Mar (Portugal, 2018, 25 min.) Realização Ana Oliveira, André Puertas, Sara Santos Classificação M/12

18h00 - Pequeno Auditório
CONTOS CRUÉIS DA JUVENTUDE de Nagisa Oshima
(secção Infância e Juventude)
No Japão em 1960, o estudante universitário irrequieto Kyoshi (Yusuke Kawazu) seduz a bonita adolescente Makoto (Miyuki Kuwanu) e rapidamente a convence a fazer parte de um esquema obscuro e cruel, tanto para conseguir dinheiro fácil como para manter o aborrecimento afastado. Kyoshi e Makoto começam a atormentar homens de meia-idade, que facilmente se rendem aos encantos de Makoto, só para acabarem por ser chantageados. A frustração crescente do casal com o mundo comprimido à volta deles empurra-os a levar a cabo um comportamento cada vez mais implacável.
Realizada a cores e em scope, a segunda longa-metragem de Oshima é um filme representativo da "nova vaga" japonesa do início dos anos 60, que marcou, como todas as outras "novas vagas", um rejuvenescimento dos realizadores e das personagens. Esta cruel história sobre a relação entre uma adolescente e um rapaz mostra, segundo o realizador, o desencanto de parte da juventude japonesa do post-guerra, "que só consegue manifestar a sua cólera de maneira desviada". [Cinemateca Portuguesa]
Título original Seishun zankoku monogatari (Japão, 1960, 90 min.) Realização Nagisa Oshima Interpretação Miyuki Kuwano, Yûsuke Kawazu, Yoshiko Kuga, Fumio Watanabe Classificação M/14


TERÇA 22
10h00 - Grande Auditório
Sessão escolas (3º ciclo e secundário)
O OUTRO LADO DA ESPERANÇA de Aki Kaurismäki
O finlandês Aki Kaurismäki regressa ao seu estilo cómico seco para lidar com a crise dos refugiados, sem qualquer pudor em mostrar o racismo e a violência a que migrantes podem estar sujeitos. O filme centra-se em Khaled (Sherwan Haji), um mecânico sírio que acaba em Helsínquia, e na sua interacção com um vendedor de camisas (Sakari Kuosmanen) que anda de cidade em cidade. Este ganha uma quantia assinalável a jogar póquer e compra um restaurante, onde acaba por empregar Khaled. Festival de Berlim - Urso de Prata - Melhor Realizador; Grande Prémio da Crítica Internacional (FIPRESCI) 2017
Título original Toivon Tuolla Puolen (Finlândia, 2017, 100 min.) Realização Aki Kaurismäki Interpretação Dome Karukoski, Ville Virtanen, Kati Outinen Classificação M/12

15h00 - Grande Auditório
sessão para escolas  (1º e 2º ciclo)
A CANÇÃO DO MAR de Tomm Moore (vp)
Ben e Searsha vivem com o pai na parte superior de um farol numa pequena ilha. Para os proteger dos perigos do mar, a avó leva-os para a cidade. Ben descobre que a sua irmã mais nova é uma Selkie, uma fada do mar, cuja canção pode libertar seres mágicos do destino a que os condenou uma bruxa. Inspirado em vários mitos do folclore irlandês, "A Canção do Mar" conta com a realização de Tomm Moore que, com este filme, se viu nomeado pela segunda vez para o Óscar de Melhor Filme de Animação, depois de o ter sido com "The Secret of Kells" (2009), a sua estreia em cinema.
Título original Song of the Sea (DIN/BEL/IRL/LUX/FRA, 2014, 90 min.) Realização Tomm Moore Interpretação (vozes) Rui Mendes, Luisa Cruz, Custódia Gallego Classificação M/6
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse