Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Juventude e Cultura e Turismo
Cinema jovem português revela-se a partir de Vila Nova de Famalicão
    03-11-2017
    O novo cinema jovem português vai mostrar-se ao país entre 18 e 25 de novembro a partir de Vila Nova de Famalicão. Decorrido o prazo de concurso desta nova montra do cinema jovem português, será agora altura para o grande público apreciar as 28 curtas de jovens realizadores nacionais admitidas pelo júri e de onde sairá o grande vencedor do Grande Prémio Joaquim de Almeida, a ser entregue na gala final do Ymotion, que se realiza no dia 25 de novembro, pelas 21h30, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

    Mário Augusto, Rui Tendinha e Tiago R. Santos são os embaixadores do Ymotion 2017. Organizado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através do Pelouro da Juventude, o festival visa revelar nomes da realização e da interpretação da sétima arte feita em Portugal. É também uma mostra com uma política de divulgação do melhor que se faz nas áreas mais independentes, apostando numa eclética seleção.

    Naquele que será o ano de afirmação do evento, o Ymotion pensou numa programação que aponta caminhos e coloca questões sobre a cinematografia jovem nacional. A Mostra de Cinema Jovem, cujo grande alvo é um público juvenil na idade dos porquês cinéfilos, divide-se entre a projeção das curtas metragens inscritas para competição no festival, que inclui votação dos espetadores para o prémio do público, e o ciclo “O Novo Cinema Português” que inclui projeções e debates com cineastas e convidados.

    “O cinema jovem português, filho afastado do Novo Cinema, tem muitos afluentes. Afluentes e confluências. Dizer que fazem todos o mesmo cinema é um equívoco recorrente. Neste olhar que proponho vamos poder ver uma variedade de formas e estilos. Cineastas jovens que nada têm a ver uns com os outros”, diz Rui Pedro Tendinha, comissário da mostra. E apresenta: “De um lado, Carlos Conceição e a sua plasticidade única, do outro André Marques, um cineasta que se desafia constantemente. E porque o cinema nacional não vive só dos rasgos de talento dos realizadores, a escolha de Os Olhos de André, de António Borges Correia, em antestreia nacional, produzido pela Blackmaria, é também uma pista para seguirmos um percurso de apostas de uma produtora.”

    “São filmes e gestos de cinema verdadeiramente estimulantes e com um sinal dos tempos. Quer a nível de linguagem, quer a nível de formas”, conclui o programador das sessões da Mostra Ymotion 2017, não deixando de avisar que “é tempo de começarmos a amar um pouco mais o nosso cinema...”

    Todas as sessões da YMotion 2017 são de entrada livre até à lotação das salas. As projeções dividem-se entre a Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão, o Centro de Estudos Camilianos, na Casa de Camilo, em Seide S. Miguel, a Casa das Artes, em Famalicão, e a Casa de Esmeriz, em Esmeriz.

    Esta é a terceira edição do Ymotion, um festival dirigido aos jovens entre os 12 e os 35 anos, procurando promover a criação, produção e divulgação do cinema jovem português e fomentar sinergias entre escolas secundárias e instituições de ensino superior.

    Mais informações e programa completo do Ymotion, aqui.

    PROGRAMA YMOTION

    Mostra de Cinema Jovem
    De 18 a 24 de novembro
    Casa da Juventude de Famalicão | Centro de Estudos Camilianos | Casa das Artes | Casa de Esmeriz

    Gala Final
    25 de novembro | 21h30
    Casa das Artes


    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
1362 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2017 | handmade by brainhouse