Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Empreendedorismo e Inovação
Chancela “Visão’25” para projetos inspiradores
    02-10-2018
    Onze projetos gerados em Vila Nova de Famalicão ao longo do último ano ostentam desde sexta-feira, 28 de setembro, Dia do Concelho, a marca de qualidade Famalicão Visão’25, que os torna numa espécie de farol de inspiração para a comunidade.

    O projeto “Um Por Todos” do INAC – Instituto Nacional de Artes do Circo, que desde 2017 está sedeado em Vila Nova de Famalicão, é um exemplo do que o município procura realçar com esta distinção que todos os anos é entregue na sessão evocativa do Dia do Concelho, que este ano decorreu na freguesia de Vermoim. O projeto foi reconhecido com o selo Famalicão Comunitário pelo contributo que tem dado à inclusão, ao desenvolvimento cognitivo e formação do cidadão com deficiência, promovendo o seu auto-conhecimento pessoal e corporal através da linguagem circense.

    “São prémios que servem para coroar a vitalidade do nosso concelho e representam-no no seu todo”, assinalou o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, falando em contributos “inspiradores e decisivos para a coesão e crescimento social do concelho”.

    Os selos Visão 25 são atribuídos por um júri externo ao concelho mediante as candidaturas apresentadas, dividindo-se em quatro categorias: Famalicão Made IN, onde são reconhecidos os projetos empresariais inovadores e diferenciadores; B-Smart Famalicão, que reconhece projetos ou ações que aumentam a qualidade de vida e conduzem a um território mais autossuficiente, sustentado na economia doméstica; Força V - Famalicão Voluntário, através da qual são realçados os projetos ou ações que impulsionam novos ambientes de participação e envolvimento da comunidade; Famalicão Comunitário, que valoriza projetos ou ações que reforçam a cooperação entre diversos atores e promovem a corresponsabilização dos cidadãos.

    Na categoria Famalicão Made IN, foram este ano distinguidos o projeto ‘ClusterWall’ da empresa Partteam, uma plataforma interativa que permite a criação, gestão e otimização de conteúdos à medida, de uma forma fácil e intuitiva; o Plano de Competitividade e internacionalização da empresa Marjomotex Confeções, que reposicionou a empresa com a missão de promotora da arte da costura, com aposta em novas tecnologias e inovação e em boas práticas e políticas sustentáveis; e o projeto ‘Empreender para Integrar’ do Centro Social e Cultural de Bairro, que capacitou a instituição para criar uma estrutura de emprego sustentável, qualificando e integrando profissionalmente jovens com deficiência no mercado de trabalho real.

    Na categoria B-Smart Famalicão mereceu a chancela Visão 25 a “Horta Biológica” do Jardim de Infância de Seide S. Miguel, que, ancorado num trabalho cooperativo e de partilha, responsabiliza crianças e famílias e promove uma educação para o futuro ao criar alguma sustentabilidade no consumo local de hortícolas e frutícolas e valoriza os desperdícios alimentares através da compostagem.

    Na categoria Famalicão Voluntário mereceu honras de distinção o laboratório de inovação social e promotor de uma comunidade aberta e colaborativa que é o projeto “Eurobairro – E6G” da PASEC, que procura uma proposta concreta de um novo modelo de inclusão inteligente e de envolvimento social de jovens de risco provenientes dos contextos de bairro social. Na mesma categoria foi destacado o projeto “Castro Alves em Festa” da Fundação Castro Alves, que colocou a Fundação num patamar de maior visibilidade e dinamismo cultural em toda a região, apostando na diversidade, interdisciplinaridade, inovação e no incentivo ao diálogo intercultural como veículo de inclusão e de igualdade de oportunidades.

    Na categoria Famalicão Comunitário, para além do já mencionado Um Por Todos, do INAC, foi distinguido a Escola de Adultos Habitat da PASEC, que dá resposta aos seus grupos informais de adultos e seniores e que tem como principal objetivo promover o protagonismo cidadão dos seus formandos, de forma a desempenharem um papel de transformação social ativo nas suas redes de proximidade. Com o mesmo selo de qualidade foi distinguido o projeto Alunos Promotores do Sucesso da Escola Básica de Ribeirão, que pretende estabelecer nos alunos do 8.º e 9.º de escolaridade uma motivação e ambição pelo sucesso à disciplina de Matemática, procurando a promoção de uma ação autónoma, responsável e solidária dos alunos a nível coletivo e individual.

    O selo Famalicão Comunitário foi ainda conquistado pela Farmácia Calendário com o projeto Phuturo Saudável”. Com o lema “Promover Saúde é Prevenir Doença!” o programa reflete a responsabilidade social da farmácia com o objetivo de estreitar as relações existentes entre a farmácia e a comunidade envolvente, demonstrando as suas novas potencialidades, quer enquanto entidade aliada e incentivadora de atividades preventivas de doença, quer enquanto espaço privilegiado para a promoção de saúde e de hábitos de vida saudáveis. A Re-food de Vila Nova de Famalicão, com o projeto Re-Food 4 Good”, também foi reconhecido pela sua importância comunitária que através da mobilização de recursos locais e da participação de diversos atores, promovendo a redução do desperdício alimenta e a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade, apoiando-as na procura de emprego e promovendo o aumento de competências transversais facilitadoras da sua reinserção socioprofissional.
28/09/2018 Famalicão assinala Dia do Concelho com atribuição dos Selos Visão’25
Imagens: FAMA TV
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
458 leituras
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2018 | handmade by brainhouse